Curso SCIE Técnicos 70h

FB - Formação, Cooperação e Desenvolvimento, Lda.

Entidade acreditada pela DGERT

CURSOS/ 2013

 

Curso de Segurança Contra Incêndio em Edifícios para Técnicos com Formação base e/ou Experiência em SCIE (70 horas)

Curso homologado pela AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO CIVIL

 

DURAÇÃO: 70 horas

 

DESTINATÁRIOS: Arquitetos, Engenheiros e Engenheiros Técnicos, Técnicos Municipais (inscritos na OE, OET ou OA) - n.ºs 2 e 3 do artigo 4.º da Portaria n.º64/2009, de 22 de Janeiro

 

HORÁRIO: Misto

 

LOCAL/ DATA DE INÍCIO: a determinar de acordo com o n.º de pré-inscrições

 

VALOR DO CURSO:

€ 650,00

€ 600, 00 (membros da OET - protocolo)

 

Facilidades de pagamento: o pagamento poderá ser efetuado em três cheques pré-datados, sendo um de €200,00 até três dias antes do início da ação, outro de €200,00 com data coincidente à realização de 50% da ação e o restante até 3 dias antes da conclusão da ação

 

OBJETIVOS:

Dotar os participantes das competências técnicas e científicas necessárias ao exercício da atividade na área da segurança contra incêndio em edifícios, para assegurar as ações previstas na Portaria n.º64/2009, de 22 de janeiro

 

No final da formação, após credenciação pela ANPC, os participantes ficarão aptos a:

-EMITIR PARECERES (no âmbito do DL n.º220/2008, de 12 de novembro)

-REALIZAR VISTORIAS – verificação do cumprimento das condições SCIE e dos respetivos projetos e fichas de segurança, com vista à emissão de utilização ou funcionamento (DL n.º220/2008, de 12 de novembro)

-REALIZAR INSPEÇÕES – fiscalização da manutenção do cumprimento das condições de SCIE aprovadas e da execução das medidas de autoproteção e segurança (DL n.º220/2008, de 12 de novembro)

 

CONTEÚDOS:

PARTE I

1.Módulo I - Enquadramento legal

a.Regime Jurídico de Segurança Contra Incêndio

b.Regime de Credenciação de Entidades para Emissão de Pareceres, Realização de Vistorias e inspeções

2.Módulo II – Regulamento Técnico

a.Objeto e definições

b.Caracterização o risco de incêndio das utilizações

c.Condições exteriors comuns

d.Condições gerais de comportamento ao fogo, isolamento e proteção

e.Evacuação

f.Instalações técnicas

g.Condições gerais dos equipamentos e sistemas de segurança

h.Controlo de fumo

i.Meios de intervenção

j.Condições gerais de autoproteção

k.Fiscalização

PARTE II – Avaliação

 

EQUIPA PEDAGÓGICA:

 

COORDENADOR TÉCNICO E FORMADOR

Miguel Correia da Silva

Licenciado em Arquitetura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa – Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa, em 1976.

Exerceu atividade como Coordenador e Autor de Projetos de Arquitetura e de SCIE de diversos Edifícios e Estabelecimentos que Recebem Público construídos entre 1976 e 2003, sendo seis deles classificáveis na 3ª categoria de risco.

Coordenou, desde o início, a elaboração da nova Regulamentação Técnica de Segurança Contra Incêndio em Edifícios, realizada entre Maio de 2003 e Maio de 2009, nos Organismos do Estado que a tutelam a área de SCIE: inicialmente no exSNBPC, como Chefe da Divisão de Segurança Contra Incêndios, finalmente na ANPC – Autoridade Nacional de Proteção Civil, como Diretor de Serviços da Unidade de Previsão de Riscos e Alerta, e como Chefe do Núcleo Certificação e Fiscalização. Nesses Organismos foi coordenador e co-autor de diversos trabalhos publicados na área de SCIE, e procedeu durante 6 anos à análise e elaboração de pareceres em cerca de 725 projetos de SCIE classificáveis na 3ª e 4ª categoria de risco.

Recentemente tem desenvolvido atividade formadora na área específica de SCIE, como formador no CEFA e como coordenador técnico e formador no âmbito dos "Cursos para Projetistas de Segurança Contra Incêndio em Edifícios da 3ª e 4ª Categoria de Risco" Homologados pela ANPC, promovidos pela FB Formação.

 

FORMADORES:

 

António Paulo Figueirinha Varela

Licenciado em Engenharia Civil pela Universidade do Algarve, Licenciatura em Segurança e Higiene no Trabalho pelo Instituto Superior de Educação e Ciências e Mestrando em Segurança aos Incêndios Urbanos na FCTUC. Técnico Superior do Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro onde tem como funções a análise de projectos e vistorias no âmbito do SCIE

 

 

Carlos Ferreira de Castro

Licenciado em Engenharia Eletrotécnica pelo Instituto Superior Técnico, em 1972. Membro da Ordem dos Engenheiros onde é Especialista em Engenharia de Segurança. Na qualidade de perito externo ao exSNBPC, foi co-autor do projeto do Regulamento Geral de Segurança Contra Incêndio em Edifícios realizado entre 2003 e 2006, juntamente com o Eng.º José António Lameirinhas e o Eng.º José António Cartaxo Vicente.

Foi autor de diversos trabalhos publicados na área de SCIE, designadamente o “Manual de Segurança Contra Incêndio em Edifícios”, edição da ENB, publicado em 2004, com uma 2ª edição atualizada em 2009, e o “Manual d Exploração de Segurança Contra Incêndio em Edifícios” edição da APSEI, publicado em 2010.

Possui vasta atividade docente, tendo lecionado centenas de horas de formação na área específica de SCIE. Possui diversificada experiência profissional na área de gestão, no ex Serviço Nacional de Bombeiros, na Digital, na ParaRede, na “Action Modulers – Consultores de Segurança”. Exerce desde 1989 atividade na elaboração de estudos, projetos, auditorias e planos de SCIE, destacando-se os efetuados em utilizações tipo de edifícios classificáveis na 3ª e 4ª categoria de risco: 5 administrativos, 9 comerciais, 14 escolares, 5 hospitalares e lares de idosos, 12 hoteleiros, 6 industriais, 2 pavilhões multiusos.

 

Mário Augusto Lebre da Silva Grilo

Licenciado em Engenharia Militar, pela Academia Militar, em 1986.

Comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Coimbra, entre 1992 e 1995. Técnico Europeu de Segurança, pela CNPP, em 1994.

Vários Cursos de combate a incêndios em Portugal, Espanha e França.

Engenheiro Civil como Técnico da Inspecção Regional de Bombeiros do Centro, para a análise e emissão de pareceres sobre Projectos de Engenharia de Segurança Contra Incêndio, entre 1992 e 2000.

Técnico de Segurança Contra Incêndio em Edifícios do CDOS de Leiria desde 2004, na análise e elaboração de pareceres sobre projectos de SCIE e na realização vistorias e inspecções em utilizações tipo de edifícios, incluindo os classificáveis na 3ª e 4ª categoria de risco, até à presente data.

Publicou trabalhos técnicos de SCIE, designadamente foi co-autor do Caderno Técnico Prociv12 – “Manual de Procedimentos para a Realização de Vistorias de Segurança Contra Incêndio”, edição da ANPC, publicado em Março de 2010.

Especialista em Engenharia de Segurança pela Ordem dos Engenheiros.

 

Marco Paulo Marcos Miguel

Licenciado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores – Sistemas de Energia da FEUP, em 2004.

Pós-graduado em Energia e Gestão do Ambiente na Universidade de Aveiro, em 2006. Frequentou o curso de SCIE de 120 horas realizado na ENB para técnicos da ANPC, em 2009.

Desde 2009, é docente da cadeira de SCIE na Licenciatura de Proteção Civil no Instituto Superior de Educação e Ciências, Universitas.

Publicou trabalhos técnicos de SCIE, designadamente foi co-autor do livro“Regulamento de Segurança em Tabelas”, publicado em 2009.

Foi técnico de SCIE no CDOS do Porto, no CDOS de Lisboa e nos Serviços Centrais da ANPC (UPRA/NCF), tendo procedido durante cerca de oito anos à análise e elaboração de pareceres sobre projetos de SCIE e realizado vistorias e inspeções periódicas em utilizações tipo de edifícios, incluindo os classificáveis na 3ª e 4ª categoria de risco.

 

Rui Manuel da Cruz Oliveira

Doutorando em Engenharia de Segurança ao Incêndio na Universidade de Coimbra. Mestre em Segurança aos Incêndios Urbanos pela mesma Universidade, cuja tese foi o projeto de uma plataforma informática para gestão das Medidas de Autoproteção, em Outubro de 2010, a qual apresentou no Espaço Investigação & Conhecimento, do NFPA-APSEI Fire & Security 2010 .

Licenciatura em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa em 2003. Em 2004 concluiu a Pós-Graduação em Segurança e Higiene no Trabalho, no Departamento de Engenharia Mecânica do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, com trabalho final sobre Análise de Riscos de Incêndio e Explosão em Desgasificações de Tanques de Combustíveis Líquidos.

Realizou em 2005 uma especialização em Coordenação de Segurança na Construção, em formação de 200 horas ministrada pela FB Formação.

Em 2007 concluiu a Licenciatura em Segurança e Higiene no Trabalho no Instituto Superior de Educação e Ciências, com projeto final "Coordenação de Segurança em Fase de Projeto".

Atualmente é formador na FB Formação, tendo ministrado vários cursos para projetistas de SCIE da 1ª e 2ª Categoria de Risco e "Curso para Projetistas de Segurança Contra Incêndio em Edifícios da 3ª e 4ª Categoria de Risco" Homologado pela ANPC. Especificamente na área de SCIE, tem trabalhado como autor de projetos e planos de segurança, nomeadamente de grandes superfícies comerciais, cinemas, universidades, creches, escolas, postos de abastecimento, unidades logisticas, entre outros. É gerente e Diretor do Departamento de Segurança na Construção da MorEng e Consultor de Engenharia de Segurança da SIPRP.

Atualmente é ainda docente do Instituto Superior de Educação e Ciências, na área da Segurança Contra Incêndio e Medidas de Autoproteção, nas Licenciaturas de Engenharia de Segurança no Trabalho e Mestrado de Riscos e Proteção Civil.

 

 

INSCRIÇÃO:

 

Para formalizar a inscrição, deverá preencher e entregar os seguintes documentos:

Ficha de inscrição

•1 fotografia

•Fotocópia do B.I ou cartão de cidadão

•Fotocópia do cartão de contribuinte

•Fotocópia do certificado de habilitações

•Currículum vitae

•Comprovativo do pagamento da inscrição

 

A inscrição será considerada após a liquidação do valor de €50,00 (que será descontado no valor total do curso), devendo o respetivo comprovativo de pagamento ser enviado para a FB juntamente com a Ficha de Inscrição.

 

Pagamento deverá ser feito através de transferência bancária ou depósito através do NIB: 003 520 870 001 869 423 049

 

 

 

 

 

 

 

PORQUÊ INVESTIR NESTA FORMAÇÃO?

 

Aquisição de novas competências, que criarão novas oportunidades:

 

A emissão de pareceres, realização de vistorias e de inspeções sobre as condições de SCIE estão sujeitas ao pagamento de taxas a cobrar pela ANPC, de acordo com a Portaria n.º1054/2009, de 16 de Setembro.

 

Os serviços acima referidos, feitas pelas entidades/ pessoas credenciadas pela ANPC são remunerados

 

 

 

 

FAÇA já a sua PRÉ-INSCRIÇÃO sem qualquer compromisso, enviando-nos os seus dados para